Yet Go, rival do Uber, realiza cadastro de motoristas em Aracaju

O aplicativo começa a funcionar no início de julho com promoções e sem cobrar taxa de cancelamento da corrida

Lançado em novembro de 2016, o Yet GO, aplicativo de mobilidade urbana 100% brasileiro está em fase de cadastramento de motoristas e usuários em Aracaju. A previsão é que as operações iniciem no início de agosto.

Lançado para concorrer diretamente com o Uber e com os taxis tradicionais, ele oferece valores mais baratos na corrida, com serviços de carro comum, executivo, mototaxi e motofrete.

O aplicativo está disponível nas versões Android e IOS e o seu download é gratuito. Os motoristas também podem se cadastrar pelo site www.yetgo.com.br

Atualmente, são quase 500 mil usuários e 30 mil motoristas cadastrados em todo o Brasil. Assim, a startup paraense é considerada a 2ª maior do país.

A tarifa cobrada é de R$ 1,70 para o carro comum e R$ 2,00 para o carro de luxo, a cada quilômetro percorrido. A tarifa base é de R$3,00. Comparando com a bandeira 1 do táxi comum, ao utilizar o serviço pelo aplicativo, os usuários têm uma economia de até 40%. Com relação ao táxi de aeroporto, o aplicativo fica entre 50% e até 70% mais barato, dependendo da cidade.

Para atrair a clientela, a empresa oferece uma série de promoções, não trabalha com tarifa dinâmica, não cobra tarifa de cancelamento da corrida e mantém fixo o preço do quilômetro rodado. “O nosso valor é fixo e 40% menor que o do taxi tradicional. Mensalmente, fazemos o Yet 10, corridas a R$10,00 para qualquer lugar dentro do município.”, conta Alberto de Souza Júnior, sócio-fundador e diretor de operações da plataforma.

Além dos usuários, os motoristas também têm benefícios. “Eles estão isentos de 100% da taxa de pagamento, no 1º mês, para a empresa. Além disso, possuem convênios com postos de gasolina das cidades, onde o preço do combustível será R$ 0,20 menor do que o normal. Se for bem avaliado pelos usuários, terão redução na taxa de 25% que será cobrada pela empresa a partir do segundo mês de operação”, comenta Alberto.

Outra novidade é a parceria firmada com a Movida Aluguel de Carros e com a seguradora Aliança Brasil, que oferecerá maior segurança, economia e tranquilidade aos motoristas da Yet Go. O aluguel de um carro terá um preço diferenciado e o seguro para os carros particulares terão um grande desconto.

YET GO

O aplicativo foi desenvolvido em Belém (PA), pelo chefe de departamento de TI da Yet GO, Raphael Canguçu, e lançado em novembro de 2016. Ele já está disponível para download no Android e Apple Store. Todas as informações também podem ser conferidas nos site oficial da empresa.

Em pouco tempo, seu sucesso como franquia já ultrapassa os limites marcando presença em todas as capitais brasileiras com o propósito de ser a melhor plataforma de mobilidade urbana do país, especialmente, considerando-se custo/benefício.

SEGURANÇA

A Yet Go dispõe de mecanismos que garantem a segurança dos usuários.

Ao solicitar o cadastro através do site da empresa, o motorista precisa apresentar um “nada consta” de antecedentes criminais e estar com a documentação pessoal e do veículo em dia. Além disso, o veículo tem que ser acima de 2008 e bem conservado.

O Aplicativo também possui uma parceria com a Fenamoto (Federação Nacional dos Mototaxistas e Motoboys do Brasil), a qual indica a todos os seus associados à plataforma. Para ser um mototaxista cadastrado ao Yet Go, o profissional também precisa estar com toda a documentação legalizada.

PARCERIA COM TAXISTAS

O Yet Go vem com a proposta de ser “parceira” dos taxistas – que são contrários à atuação desse tipo de empresa no país. “Os taxistas não estão com os dias contados, mas eles precisam se adaptar e rever seus conceitos”, comenta Alberto.

Um dos principais diferenciais do aplicativo é permitir que pessoas comuns se tornem colaboradores, mas que os taxistas e até moto taxistas sejam cadastrados à plataforma também. “A nossa ideia é que os taxistas ganhem desconto quando forem chamados pelo aplicativo. Em alguns Estados, como Recife, as cooperativas de taxi já aderiram ao Yet GO”, explicou.

Artigo publicado originalmente em DE OLHO NA MÍDIA